Pular para o conteúdo
Voltar

Instituição alia esporte e cidadania para ajudar famílias da Cohab Cristo Rei em Várzea Grande

Contemplado no edital Pontos de Esporte e Lazer da Secel, Instituto Futsal contra as Drogas suspendeu atividades esportivas recentemente e se dedica a distribuir cestas básicas à comunidade
Cida Rodrigues | Secel-MT

- Foto por: Divulgação
A | A

Há 10 anos, o Instituto Futsal contra as Drogas alia esporte e cidadania para ajudar na inclusão e na redução de riscos sociais de crianças e jovens, de 05 a 17 anos, da Cohab Cristo Rei, em Várzea Grande. Oferecendo atividades esportivas de futsal, handebol, jiu-jitsu e ballet, o projeto é uma das iniciativas contempladas no edital Pontos de Esporte e Lazer promovido pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT).

As ações desenvolvidas pelo Instituto incluem ainda reforço escolar, parceria para cursos de aprendizagem e para a obtenção do primeiro emprego. De acordo com o responsável pelo projeto, Wando Benedito, as atividades têm o objetivo de afastar o público atendido do risco do contato com drogas diversas.

“Por meio do esporte, conseguimos propiciar oportunidades de cidadania às famílias, e isso é muito gratificante. A instituição funciona há 10 anos graças aos comerciantes da Cohab Crito Rei e agora, com esse apoio da Secel, conseguimos alavancar ainda mais nossas atividades, com a aquisição de mais materiais esportivos e oferecendo até ballet para meninas de 05 a 12 anos”, destaca Wando.

O dirigente ainda explica que, para participar das oficinas esportivas e educacionais, as crianças e jovens não têm qualquer custo, e que lhe são cobrados somente notas e frequência escolares.

“O Instituto faz um trabalho fantástico há 10 anos. É uma iniciativa que usa a prática esportiva para ajudar na inclusão social e que agora ganhou mais impulso como Ponto de Esporte e Lazer, o que nos dá mais certeza de quanto esse apoio financeiro é importante para o fomento de boas práticas esportivas e sociais”, avalia o secretário adjunto de Esporte e Lazer da Secel, Jefferson Carvalho Neves.

Lançamento das oficinas de ballet com a presença do secretário adjunto da Secel

Ao receber o prêmio do edital no valor de R$ 15 mil no início deste ano, o Instituto conseguiu ampliar sua atuação na comunidade, porém precisou suspender as atividades esportivas devido ao agravamento da pandemia da covid-19. Mas isso não impossibilitou que a instituição seguisse atendendo as famílias do bairro e região, desta vez com distribuição de cestas básicas.

A entrega de mantimentos já beneficiou cerca de duas mil famílias, desde que o Instituto iniciou a campanha de arrecadação de alimentos junto com a Central Única das Favelas (CUFA-MT). Atualmente, o projeto distribui frutas e verduras, sempre às quintas-feiras, com o apoio do Mesa Brasil do Sesc e a Central de Abastecimento (Ceasa-MT).

Serviço

Mais informações sobre o projeto e suas atividades pelo instagram (@futsal_sem_drogas) ou pelo telefone de Wando Benedito (65 99982-3594).