Pular para o conteúdo
Voltar

Governo planeja transformar Arena Pantanal em parque estadual de esporte e lazer

Dentre outras benfeitorias, Batalhão da Polícia Militar deve ser instalado dentro da Arena Pantanal nos próximos meses, oferecendo mais segurança ao espaço e seu entorno.
Protásio de Morais | Secom/MT

Mayke Toscano / Secom-MT
A | A

Utilizados apenas durante a Copa do Mundo, os dois telões da Arena Pantanal voltam a funcionar no confronto entre Mixto e Chapecoense, quarta-feira (06), pela Copa do Brasil. O gramado do campo já está em ordem e os alvarás definitivos do Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária já estão sendo providenciados.

De acordo com o secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer, Allan Kardec, essas e outras benfeitorias com vistas a revitalizar o maior estádio de Mato Grosso são prioridades de gestão. “Também estamos com um plano emergencial efetuar reparos o quanto antes”.

Kardec nesta semana está fazendo despachos e atendimentos direto da Arena Pantanal. E a convite dele, o governador Mauro Mendes fez uma visita às dependências do estádio, na quarta-feira (27). “Na condição de engenheiro, o governador tem muita propriedade sobre o assunto e se sensibilizou com as demandas urgentes para que a Arena volte a ser utilizada em sua plenitude”.

O governador, por sua vez, assistiu ao teste no telão, caminhou pelas galerias e checou pessoalmente as instalações da Arena Pantanal. No local, também funciona a Escola Arena, que retoma as atividades em abril. “Vamos transformar esse espaço hoje ocioso em um grande parque estadual de esporte e lazer, com piscina olímpica, ginásios de artes marciais, olímpico, quadras externas e uma pista de skate em condições de receber provas internacionais”.

Assim que o espaço for transformado, o secretário idealiza ainda a instalação do 10º Batalhão da Polícia Militar dentro da Arena. Um estudo já teve início para avaliar a viabilidade, que seria uma economia para o Estado, que deixaria de pagar aluguel, já que hoje funciona em um local alugado. "Estamos bastante abertos a essa possibilidade que trará economia aos cofres públicos e ainda traz mais segurança para a Arena e o entorno dela”. 

O Estado também vai analisar a viabilidade de transformar uma das alas do estádio em um Centro de Eventos. “São alternativas que estamos estudando. Nós alugamos durante o ano todo espaços em dezenas de situações. Se for viável, nós queremos fazer daqui um bom espaço para ser ocupado com os eventos do governo”, adiantou Mauro Mendes, frisando que tudo será pensado para que a Arena continue com sua estrutura voltada também para atender aos jogos de futebol.